5 motivos para fazer intercâmbio na Austrália

Quando o assunto é intercâmbio, a Austrália entra na sua lista de opções de países como destino?

Sim, claro? Que bom! Este post vai apresentar razões que irão te encorajar ainda mais a fazer as malas e partir para a terra dos cangurus.

Não, jamais? Tudo bem! Confere o post mesmo assim, porque trata-se de um país tão único e com tantas vantagens para estudantes internacionais, que as chances de você mudar de ideia são grandes.

Continue lendo para saber mais detalhes.  

SIM, É UMA ESCOLHA PESSOAL

Uns gostam de frio, outros de calor, as vezes o fato de já ter amigos ou parentes vivendo em determinado local é um fator determinante, menos burocracia no processo do visto também influencia a escolha, e por aí vai.

Com base na nossa experiência de anos de trabalho no mercado de intercâmbio, acreditamos que vale a pena pesquisar e analisar um conjunto de características antes de tomar a decisão para valer. São características que influenciarão diretamente a qualidade da sua experiência de intercâmbio, independentemente do país.

Estamos nos referindo a questões como economia, sistema de educação, receptividade para com imigrantes, igualdade civil entre homens e mulheres, estilo de vida, segurança, infraestrutura, entre outros. Baseado nisso, listamos cinco motivos para escolher a Austrália como destino do intercâmbio. Vamos começar?

1. Segurança

A Austrália é um lugar muito seguro e acolhedor para se viver e estudar. É frequentemente classificada entre os países mais seguros do mundo, sendo considerado o mais seguro para as mulheres.

A cidade de Melbourne, por sete anos consecutivos, foi considerada pelo ranking anual da The Economist Intelligence Unit a melhor cidade para se viver no planeta. E outras cidades australianas, como Sydney e Adelaide, também estão no índice, ocupando lugares entre as dez primeiras posições.

Na Austrália, é comum ver pessoas usando laptops e tablets dentro do transporte público, e as agências bancárias têm caixas eletrônicos voltados para a rua, cujos serviços podem ser acessados a qualquer hora do dia e da noite. A sensação de segurança e tranquilidade no ambiente urbano é real e às vezes até difícil de acreditar.

Melbourne foi eleita a cidade mais habitável do mundo por sete vezes consecutivas. Tree photo created by jcomp – www.freepik.com

2. Possibilidade de ESTUDAR E TRABALHAR

A Austrália oferece vistos para estudantes internacionais, que permitem trabalhar enquanto se estuda ou tira férias no país. Portadores de visto de estudante podem trabalhar até 40 horas por quinzena. Essa é uma vantagem para os intercambistas, já que assim é possível se manter no país sem comprometer todas as economias.  

Os estudantes internacionais têm as mesmas proteções no trabalho que qualquer pessoa que trabalha na Austrália, e os trabalhadores são remunerados por horas trabalhadas. E vale dizer que o país tem o salário mínimo mais alto do mundo, é considerado uma nação rica, tem uma economia estável e competitiva. A moeda é o dólar australiano.

Há muitas oportunidades de emprego para intercambistas, com horários flexíveis para conciliar com os estudos, e destaque para as áreas der serviços, hospitalidade, agricultura e colheita de frutas.

3. Clima

Este é um quesito de opiniões e gostos pessoais, mas até nisso a Austrália vai surpreender você, uma vez que o país cobre uma grande variedade de zonas climáticas.

O norte da Austrália tem áreas tropicais e os estados desta região são tipicamente quentes o ano todo. Podemos citar a cidade de Darwin, capital do Northern Territory, como exemplo.

O centro da Austrália tem desertos. É lá que fica Uluru, a grande e famosa rocha de cor avermelhada, sagrada para os povos aborígenes locais. A região tem clima predominantemente quente e seco.  Alice Springs é uma famosa cidade da região, assim como os passeios de camelo pelas dunas de areia.

Fato é que a maioria das capitais da Austrália tem clima temperado durante a maior parte do ano, um tipo de clima que possui as quatro estações bem definidas. Em Brisbane, Perth, Sydney, Melbourne, dá para usar botas e casacos no inverno, ir à praia no verão, se rodear de folhas caindo durante o outono e flores nascendo na primavera.

Vale destacar que os estados do sul experimentam invernos rígidos. As capitais Sydney, Melbourne, Adelaide e Hobart são bem frias no inverno. Nos estados de New South Wales, Victoria e Tasmânia cai neve nas montanhas mais altas, movimentando as estações de esqui. Sim, a Austrália tem neve!

4. NATUREZA E QUALIDADE DE VIDA

Na Austrália, a relação com o ambiente natural molda o estilo de vida no país, que tem uma das populações mais costeiras e urbanizadas do mundo, com mais de 80% dos australianos vivendo a 100 quilômetros do mar.

Cidades imensas e que têm tudo o que só uma grande metrópole pode oferecer, como Sydney e Melbourne, estão à beira mar, com praias maravilhosas e próximas de grandes parques naturais, com montanhas e cachoeiras.  

Em outras capitais, como Brisbane e Perth, há praias nos arredores, inúmeros parques e reservas, proporcionando uma grande interação com a natureza.

As cidades consideradas menores, como Gold Coast, Sunshine Coast, Adelaide, Darwin e Hobart, também são grandes atrativos em se tratando de belezas naturais, com paisagens, vegetação, fauna e flora únicas no mundo.

5. SISTEMA EDUCACIONAL 

Pessoas de todos os continentes vão para a Austrália estudar, e o país tem o título de primeiro lugar em mobilidade de estudantes estrangeiros. Há uma grande variedade de cursos para estudantes internacionais, são diversas escolas de inglês e de cursos vocacionais (cursos técnicos), com diferentes metodologias de ensino e de alta qualidade.  

O sistema educacional australiano é de classe mundial. São 43 universidades em toda a Austrália e o país tem 13 universidades entre as 200 melhores do mundo em 2020, de acordo com o Aggregate Ranking of Top Universities (ARTU), ranking que classifica as universidades por desempenho cumulativo, agregando os três mais influentes índices: Quacquarelli Symonds (QS), Times Higher Education (THE) e Academic Ranking of World Universities (ARWU).

Ainda de acordo com o ARTU, a Austrália ocupa o quarto lugar no mundo em 2020, como país com as melhores universidades, depois dos EUA, Reino Unido e Alemanha. No entanto, se considerarmos a população per capita, a Austrália está bem à frente dessas nações.

E AÍ, GOSTOU?

Pois saiba que existem ainda outros quesitos muito positivos em relação à Austrália que precisam ser listados e explicados. Podemos citar: receptividade com imigrantes, economia e mercado de trabalho, sociedade e igualdade nas relações de gênero. Falaremos sobre isso em um próximo post.

E, então? Partiu terra dos cangurus?

Planeje o seu intercâmbio na Austrália com a Channel. Fale com a gente aqui.

Leave a comment

Translate »
Close Bitnami banner
Bitnami