Intercâmbio em Alice Springs

A cidade de Alice Springs fica no Northern Territory, praticamente no centro da Austrália, mais ou menos no meio do caminho entre Darwin (a capital do NT) e Adelaide (capital do estado vizinho, South Australia). Alice, como é chamada pelos locais, apesar de ser uma cidade pequena, é a maior da região e esconde boas surpresas para os visitantes.

Alice Springs tem uma população relativamente pequena, o censo de 2016 apontou mais de 24 mil habitantes. A cidade está situada em uma vasta e antiga paisagem árida, com desertos, desfiladeiros, cordilheiras, rios secos e vales.

Os imigrantes estão mudando a cara de Alice Springs. A população é composta por indígenas e “australianos raiz”, e um mix pessoas nascidas no exterior, como norte americanos, europeus do Reino Unido, neozelandeses, indianos, zimbabuano e filipinos.

A cidade tem eventos culturais, cassino, centro de convenções, parques, jardins botânicos, santuário de animais, galerias de arte, museus, teatro, campos de golfe. E, mais uma coisa: some a isso um clima hostil. Temperaturas altas no verão, na casa de 40 graus e sensação térmica ainda mais alta – Alice está no meio do deserto! No inverno, temperaturas que caem abaixo de zero grau Celsius. Os meses de inverno são considerados a temporada de turismo.

FONTE: ABC News: Bridget Judd

TURISMO

Existem várias atividades turísticas em Alice Springs: conhecer o deserto passeando de camelo e contemplando um lindo nascer ou pôr do sol; visitar os cânions que a natureza esculpiu na região; fazer carinho em um bebê canguru no The Kangaroo Sanctuary; voos cênicos de balão, de helicóptero ou avião; explorar as trilhas de quadriciclo ou carro 4×4, ou também de moto ou bicicleta! Lá tem belos resorts perto dos pontos turísticos e dos passeios.

As famosas formações rochosas de Uluru-Kata Tjuta National Park, apesar de não tão próximas assim, estão na mesma região, então dá para explorar ambas.

Visitar, caminhar e fazer escaladas no Kings Canyon, também é uma pedida. O lugar é uma maravilha natural que fica praticamente no meio caminho entre Alice Springs e Uluru. É uma área de cânions, vegetação característica, e quedas d’agua que formam piscinas naturais permanentes, onde animais nativos se aproximam para beber água.

FONTE: https://www.thewire.org.au/story/parrtjima-the-festival-of-light-in-the-centre/

ÁREA REGIONAL

Muitos locais na Austrália, que estão fora das principais cidades, são classificados como áreas regionais designadas para fins de imigração. As áreas regionais oferecem incentivo para imigrantes qualificados. E existem vários tipos de vistos no programa de imigração australiano para essas regionais.  

Esses vistos fornecem um caminho para a residência permanente na Austrália, no futuro. Podemos dizer que as áreas regionais enfrentam escassez de mão de obra qualificada. E essas regiões na Austrália estão em busca de trabalhadores qualificados, que estão dispostos a trabalhar e viver na região. É exatamente isso que acontece em Alice Springs.

Por isso muitos estudantes brasileiros e de outras nacionalidades escolhem estudar e/ou trabalhar lá, bem como fazer um curso que dá formação para uma profissão que está na lista de profissões que Alice Springs busca, tendo então mais condições de aplicar para um visto de trabalho, um visto de pós-estudos etc. Daí esses outros vistos oferecerão um caminho para a residência permanente no futuro.

Lembrando que as condições e regras dos vistos australianos mudam constantemente, hoje funciona assim em Alice Springs, amanhã pode ser diferente. Por isso é importante se manter atualizado.

E aí? Já morou, já visitou ou quer conhecer Alice Springs? Compartilhe a sua experiência ou expectativa aqui nos comentários.


Planeje o seu intercâmbio na Austrália com a Channel. Fale com a gente aqui.

Leave a comment

Translate »
Close Bitnami banner
Bitnami